Praia e piscina podem causar otite externa

Tempo de leitura: 1 minuto

Com a chegada do verão e as temperaturas altas registradas nas últimas semanas, as pessoas têm buscado cada vez mais o refresco das praias e piscinas. Entretanto, para que esses momentos de diversão não acarretem problemas de saúde, como a otite externa, é importante tomar algumas precauções.

A otite externa, popularmente conhecida como otite do nadador, é uma infecção do canal do ouvido externo causada por bactérias comuns ou fungos que se acumulam nessa região.

De acordo com a especialista, ficar muito tempo dentro da água, seja praia ou piscina, pode criar condições propícias para o surgimento dessas colônias por conta da umidade. A água acaba retirando a proteção natural da pele, que é a responsável por proteger o canal auditivo.

O resultado é muita dor, coceira, sensação de ouvido tapado, secreção, podendo ocorrer também inchaço, vermelhidão e febre. Nesses casos, o recomendado é procurar imediatamente um médico otorrinolaringologista para fazer a avaliação e indicar o tratamento adequado.

Gostou deste artigo? Clique no mapa abaixo e encontre a clínica mais próxima de você. Aumente agora a sua qualidade de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *